Skip to content

Saiba Como Funciona a Nota Fiscal Paulista

A Nota Fiscal Paulista é um programa de recompensa do governo do Estado de São Paulo em parceria com SEFAZ – Secretaria da Fazenda.




A partir do pagamento de compras, parte do valor que é pago em ICMS retorna ao consumidor como forma de crédito que pode ser resgatado em sua conta bancária. Para entender melhor sobre o funcionamento do programa e sobre CPF na nota, clique no link.

O programa tem o objetivo de diminuir a incidência de sonegação fiscal por parte dos comerciantes, que muitas vezes opta por mascarar suas vendas e pagarem menos impostos.

Dessa forma, quando o consumidor solicita o CPF na nota, o fornecedor é obrigado a emitir, sob o risco de altíssimas multas!

O programa Nota Fiscal Paulista é administrado pelo Governo Estadual de São Paulo.




Quando um consumidor realiza solicita seu CPF na nota, automaticamente todas as notas emitidas neste CPF serão vinculadas ao seu cadastro.

Este procedimento ocorre de forma digital e automática, não sendo preciso registrar nenhuma nota!

É importante ressaltar que não são todos os produtos que oferecem o retorno de créditos, pois alguns possuem o ICMS retido na fonte.

Dessa forma, como não é o consumidor final responsável pelo pagamento do ICMS, não irá receber a porcentagem.



No entanto, recomenda-se que mesmo nestes casos, o consumidor solicite o CPF na Nota Fiscal, para que possa participar dos sorteios!

Confira abaixo:

nota-fiscal-paulistana
Como Funciona Nota Fiscal Paulista

Como Funciona Nota Fiscal Paulista

O programa tem o objetivo de recompensar os consumidores que exigirem suas notas fiscais sempre que realizarem alguma compra!

Funciona da seguinte forma: o consumidor precisa exigir o CPF para arrecadar crédito nota fiscal paulista.

Mas para poder começar a arrecadar os créditos, é necessário que você esteja cadastrado no programa!

Após realizar o seu cadastro, imediatamente você poderá começar a consultar e resgatar os valores arrecadados.

Quando a nota fiscal é emitia, automaticamente os créditos são debitados em seu cadastro.

Você pode optar por fazer o resgate em sua conta bancária, vinculando-a no sistema, ou pode abater no IPVA.

Diferença Entre Nota Fiscal Paulista e Paulistana

O programa Nota Fiscal Paulista se difere do Nota Fiscal Paulistana!

A Nota Fiscal Paulistana é administrada pelo Município de São Paulo e pela prefeitura SP, enquanto a outra, pelo estado.

Enquanto o programa estadual possibilita a arrecadação de crédito a partir do pagamento de ICMS, o programa municipal possibilita a partir do pagamento de ISS – ou seja, do pagamento de serviços.

Sempre que você pagar por um serviço como mensalidade de academia, escolas particulares, laboratórios e demais serviços, você pode exigir sua Nota Paulistana.

Parte do valor que você paga em ISS – Imposto Sobre Serviço, volta como forma de crédito.

As pessoas podem se cadastrar nos dois programas e, dessa forma, acumular créditos sobre compra de produtos e consumo de serviços!

Quem Pode Participar do Nota Fiscal Paulista?

Para participar do programa Nota Fiscal Paulista, Pessoa Física e Pessoa Jurídica estão habilitados.

No entanto, se você for pessoa jurídica, ao solicitar suas notas fiscais, deve exigir o CNPJ na nota.

Se for pessoa física, solicite o CPF.

Isso também vale para o cadastro!

Pessoa jurídica deve cadastrar uma conta jurídica no programa para poder arrecadar e resgatar.

Como Funciona Nota do Milhão

Além de arrecadar créditos, os consumidores podem participar de sorteios!

A Nota Fiscal do Milhão é um programa da NF Paulistana e funciona da seguinte forma:

Você precisa acessar o sistema, aderir ao regulamento e a cada mês, você arrecada um bilhete automaticamente por nota fiscal de serviço emitida.

A quantidade máxima permitida é de 100 bilhetes mensais.

Nos sorteios mensais, é distribuído o prêmio de R$1.000.000,00.

Já no sorteio referente ao mês de dezembro de cada ano, é sorteado o valor de R$ 2.000.000,00.